Profissão Entretenimento

Afinal, o que é Humanização de Personagens?

Já ouviu falar em humanização de personagens?

Todos nós conhecemos e adoramos dezenas de personagens que são animais ou objetos, nas nossas animações preferidas! nos nossos desenhos animados favoritos! Mas você já imaginou se esses personagens fossem seres humanos?!

Humanização de personagens é um termo não oficial para quando um artista transforma um animal ou objeto (como é o caso de A Bela e a Fera) em uma personagem humana. Diversos artistas estão fazendo suas próprias versões de algumas das personagens mais icônicas dos desenhos e filmes animados como humanos e os resultados são simplesmente incríveis! 

O artista brasileiro, Ricardo Mango, é um deles. Nos últimos dias, suas ilustrações das personagens de O Rei Leão tem feito o maior sucesso na internet e você pode conferir aqui! O filme da Disney é um dos mais comuns quando procuramos esse tipo de trabalho, as artistas Pugletto e Alaina Bastian são outras que também fizeram suas versões.

Mas isso tem a ver com Design de Personagens?

Sim, e muito! Um designer de personagens é justamente o profissional que estuda como construir uma personagem das formas mais básicas até até os últimos detalhes do projeto final, para que sua personalidade, ou qualquer outro traço, seja expressado da melhor maneira possível através do visual.

Entre os fatores que determinam como será feito o design de uma personagem então sua personalidade, características culturais (de onde essa personagem vem? Suas origens geográficas e sociais), o público alvo, a mídia em que ela vai estar inserida, a época que ela pertence e até a época em que ela está sendo produzida!

Concepts do Sr. Fredricksen, personagem da animação Up.

O que esses artistas estão fazendo é alterar uma dessas características, no caso, imaginando como seriam essas personagens animais como seres humanos. Consequentemente, isso dá uma abertura grande a novas interpretações da forma delas, já que em algumas o fato de serem personagens animais acaba diminuindo a importância de algumas características que, com uma personagem humana, são muito mais relevantes. Roupas, alguns elementos culturais e de época, características faciais, até mesmo a cor da pele são elementos que ficam em aberto quando isso acontece.

Mas muitos desses elementos que compõe uma personagem acabam se mantendo de um design para o outro, por isso conseguimos reconhecê-las mesmo que ninguém coloque o design original do lado, ou então reconhecer dois designs feitos por artistas diferentes para uma mesma personagem. Os formatos básicos, traços que demonstram a personalidade, o contexto geral em que estão inseridos e até mesmo a paleta de cor original geralmente são aproveitados e são eles que são responsáveis por isso. 

A artista Tamara Petrosyan, conhecida como CrazyTom, é uma especialista no assunto humanização de personagens e possui vários projetos baseados em diferentes animações! Confira alguns de seus trabalhos:

E isso pode ajudar nos meus estudos de personagens?

É muito comum de ilustração, concept art e design de personagens usar de referencias do mundo real, tanto para exercícios e estudos quanto para personagens de grande animação. É claro que o mais comum é utilizar pessoas reais para as personagens, aqui você pode ver alguns exemplos de personagens famosas que foram feitas deste modo:

Edna Moda e Edith Head

Shrek e Maurice Tillet

Úrsula e a drag queen Divine

Mr. Burns e Barão Jacob Rothchild

Gênio da Lâmpada e Robin Williams

Mas isso também não impede que animais e outros seres vivos possam ser usados como referencias para um design de personagens, que tem o trabalho adicional (porém muito interessante) de poder adaptar e interpretar de inúmeras formas as características da sua referência!

Mais uma vez, a artista CrazyTom tem alguns trabalhos que ilustram bem isso, e que foram feitos com base em animais reais:

São muitos artistas e projetos incríveis que trabalham a humanização de personagens, então aqui no final vai uma galeria com diversas outras imagens que não couberam na matéria, mas que merecem tanto destaque quanto, para vocês se inspirarem!

Top