Dicas de Estudo

Evitando Tangentes nas suas Ilustrações

Tangentes são um dos grandes desafios dos ilustradores, desenhistas e pintores têm que enfrentar em seus estudos técnicos básicos. Por isso, esse mini tutorial do ilustrador Mitch Leeuwe mostra um pouco sobre o assunto.

Mas afinal, o que é uma tangente e porque é bom evitá-las?

Uma tangente é um ponto de encontro entre duas linhas que se encostam, mas não de sobrepõe à outra (o que também vale para planos). As tangentes nos desenhos, ilustrações e pinturas causam pontos de tensão que chamam a atenção para esses pontos e alguns desses pontos podem tirar a atenção do que o artista realmente gostaria de dar.

Em uma ilustração, pintura ou concept é mais interessante quando o público consegue distinguir claramente o que está na frente e o que está atrás, além da impressão de tridimensionalidade, mesmo nos estilos mais estilizados, e a presença de muitas tangentes compromete isso.

Leeuwe muda bastante as diversas tangentes que acontecem nos encontros do paletó, camisa e gravata da personagens, mas também as linhas do queixo e pescoço, que parecem uma continuação uma da outras, a linha do sorriso e “bigode chinês”, mandíbula, os olhos tangenciando a sobrancelha e o canto do rosto, as sobrancelhas com o canto do rosto e a linha do cabelo.

Mas também vale lembrar que evitar as tangentes no desenho é uma escola e que usar as tangentes pode ser feito, se essa for a sua intenção! O importante é ter consciência do que está fazendo 😉

Aqui vão mais alguns exemplos:

Top