Dicas de Estudo

‘I Lost My Body’ Métodos de produção de uma animação feita no Blender

 

 O diretor francês Jérémy Clapin já produziu outros curtas de animação anteriormente, incluindo Skhizein (2008), premiado nos Festivais Annec , Clermont-Ferrand e Cannes Film Festival e o curta Palmipedarium (2012) sua primeira experiencia com o Software livre Blender .

A animação que está em pré produção, com previsão de lançamento em 2019, tem um toque sempre presente nas historias do diretor: O surrealimo, ‘I Lost My Body’ é uma história de amor sobre uma mão decepada tentando se reconectar com seu dono.  Curioso não?

O filme combina CG com elementos 2D, desenhados à mão, de maneira tradicional. De acordo com Pierre Ducos, o supervisor CG  da animação, essa foi um dos motivos para se ter escolhido o Blender como o software principal, por ser um  mix de 2D com 3D e blender é o único software livre que permite utilizar ferramenta para animação 2D, em um software só.

Algumas semanas atrás, na conferência Blender em Amsterdã, Clapin e outros membros de sua equipe apresentaram uma apresentação sobre o pipeline, os processos e as ferramentas do filme.

Thais Peixe modela, desenha e ama Netflix. Ela passa boa parte do final de semana cultivando seu vício em desenhos e comendo brigadeiro. Não se engane: ela parece fofa mas faz uma cara que brava que ó.

Top