Modo noturno:

One Punch-Man e os Padrões do Herói

6 de junho de 2019

A história de One Punch-Man tem se tornado cada vez mais popular nos últimos anos, criado como uma Webcomic bem simples do autor chamado de One, foi adaptada para o mangá, por Yusuke Murata,  e o anime, produzido pelo estúdio Madhouse, todos de muito sucesso.

One Punch-Man conta a história de Saitama, um dos super heróis mais poderosos de seu universo (e talvez um dos heróis mais poderosos já criados), tanto que os fãs criaram diversas teorias sobre quem seria o mais poderoso, Saitama ou Goku? Saitama ou Superman? entre várias outras!

Seu super poder? Conseguir derrotar TODOS os seus inimigos com apenas um único soco!

Assim, Saitama fica entediado com a vida de super herói, levando isso apenas como um hobbie tendo uma vida normal.

Nessa matéria o próprio Yusuke Murata desenvolve um pensamento sobre quem venceria? One Punch-Man ou Goku?

One Punch-Man também é uma crítica aos padrões de heróis, Saitama mora em um apartamento simples, gosta de promoções no mercado, é pouco reconhecido em seu heroísmo, e não se incomoda com isso. Apesar de extremamente poderoso, Saitama é desvalorizado, ninguém entende como ele se tornou tão poderoso com um treinamento tão comum, mesmo quando muitos testemunham seus feitos, as pessoas acabam questionando o tamanho de seus desafios, já que o herói precisou de apenas um soco para superá-los. Até o próprio visual da personagem desafia o que criamos como padrão de um super herói, sem muitos detalhes, com um uniforme um pouco tosco, mas o qual ele tem um apego sentimental.

A história de One Punch-Man ainda tem diversos outros elementos um tanto complexos, alguns deles você pode ler mais sobre essa matéria do Aficionados, e também nesse vídeo do Meteoro Brasil:

Top