Modo noturno:

Os 10+ Filmes do Studio Ghibli

9 de julho de 2018

Poucos estúdios de animação foram tão consistentes em sua produção quanto o Studio Ghibli de Hayao Miyazaki, fundado em 1985. Suas fantasias de animação são feitas com a mistura certa de humor, melancolia e capricho, procurando atrair o público de todas as idades. Todos os filmes listados aqui são ótimas recomendações para quem não viu ainda, e quem já viu sempre pode assistir de novo 😉

1. A Viagem de Chihiro (2001)

Chihiro é uma líder feminina tipicamente obstinada que se encontra perdida em um fantástico mundo alternativo de deuses, espíritos e dragões. Miyazaki criou talvez seu mais forte e fantástico design de personagens desde Totoro na forma de No Face, uma estranha presença parecida com um fantasma que rapidamente se revela um glutão terrível uma vez confrontado com uma mesa de jantar.

O primeiro filme de Ghibli a ganhar um Oscar, A Viagem de Chihiro continua sendo um dos lançamentos mais aclamados e lucrativos do Studio Ghibli até hoje.

2. Princesa Mononoke (1997)

Os personagens principais são San, a princesa, que protege a floresta e seus deuses, e Ashitaki, um guerreiro amaldiçoado tentando se libertar enquanto mantém a paz. Algumas cenas são muito gráficas e assustadoras para os espectadores mais jovens, o que enfatiza que os filmes do Studio Ghibli não são necessariamente para crianças. No geral, Princesa Mononoke engloba tudo o que o Studio Ghibli é: a luta entre a industrialização e a preservação da natureza, heróis e heroínas fortes, lendas japonesas e belas animações.

3. Meu Amigo Totoro (1988)

Meu Amigo Totoro é um conto gentil e comovente de uma garotinha que descobre uma floresta inteira de espíritos animados, entre eles o Totoro, um espírito grande e fofo que tem uma aparência com traços de urso e coelho.

Miyazaki costuma dizer que fez com que Totoro desse aos moradores da cidade uma idéia de como é o campo, e o filme certamente consegue transmitir um sentimento de admiração que agora é uma característica da Ghibli. Seu enredo pode ser leve, mas os personagens tem uma grande força no filme, desde os duendes de poeira, até o ônibus gato, e o adorável personagem principal Totoro, criando no filme um charme que é impossível ser resistido.

4. Porco Rosso (1992)

Muitos dos filmes de Miyazaki giram em torno da maravilha do voo, com a Porco Rosso não sendo exceção. Concentrando-se em torno de um veterano lutador da Primeira Guerra Mundial que é amaldiçoado por parecer um porco, o filme é um dos assuntos mais engraçados do estúdio, apesar de seu forte contexto político.

5. O Castelo no Céu (Laputa) (1986)

O Castelo no Céu foi o primeiro longa-metragem de animação lançado sob a bandeira de Ghibli, e sem dúvida o seu melhor. Situado em uma era vitoriana alternativa repleta de piratas do céu e máquinas de guerra movidas a vapor, este continua sendo um dos filmes mais cheios de ação, cheios de trama e ao mesmo tempo divertidos de Miyazaki. Relatando a história de dois jovens e suas tentativas de encontrar o mítico castelo voador do título (na verdade, uma gigantesca ilha paradisíaca onde a natureza e a tecnologia existem lado a lado), O Castelo no Céu contém alguns desenhos impressionantes em quesitos de caráter e mecânica.

6. O Castelo Animado (2004)

Baseado no romance de mesmo nome, O Castelo Animado, conta a história de Sophie, uma jovem chapeleira, que conhece o enigmático bruxo Howl. Depois que uma bruxa ciumenta a transforma em uma velha, Sophie é lançada em uma seqüência de aventuras com Howl e os ocupantes de seu castelo mágico. As animações aumentam a maravilha da história – em particular, o próprio castelo. Os personagens são muito bem desenvolvidos e a relação que eles tem entre si é muito imersiva, fazendo o espectador se sentir evolvido com o filme.

7. Pom Poko (1994)

Pom Poko contém numerosas referências culturais e religiosas japonesas que poderiam confundir o público estrangeiro desavisado.
Novamente dirigido por Isao Takahata, Pom Poko é uma fábula ecológica sobre uma sociedade de guaxinins que mudam de forma, travessos e seus esforços para proteger sua floresta do projeto de urbanização do Japão dos anos 60.
Notável por sua exibição surpreendentemente comum de testículos (não é incomum que os guaxinins sejam retratados com genitália proeminente na tradição japonesa), Pom Poko é facilmente o recurso mais anárquico do Studio Ghibli até hoje.
A animação espetacular atinge seu apogeu em uma encantadora sequência de desfile fantasma, e o humor do filme, muitas vezes ridicularizado, é minado por uma conclusão particularmente dolorosa e não sentimental.

8. O Serviço de Entregas da Kiki (1989)

Esse filme conta a história de Kiki (Minami Takayama), uma bruxinha de treze anos, ainda um pouco imatura e teimosa. Ela viaja para a costa europeia procurando aperfeiçoar seus poderes, mas acaba perdendo seus poderes por causa de sua insegurança. Kiki precisa de seus poderes de volta, mas para isso precisa superar seus medos.

É um filme bonito que, apesar de não possuir a história mais excitante do cânone de Ghibli, é certamente um dos mais visualmente memoráveis ​​com sequências de voos incríveis.

9. O Conto da Princesa Kaguya (2013)

O Conto da Princesa Kaguya é baseado em um folclore japonês conhecido. É a história da vida problemática de uma princesa na capital e seu anseio por sua infância despreocupada. O estilo aquarela pálido dá ao filme uma suavidade, especialmente adequado para suas representações da infância. Este foco no uso da cor para a expressão é mais proeminente na Princesa Kaguya, dando-lhe profundidade e atraindo o público para suas emoções. Um conto instigante e que pode deixá-lo em lágrimas, este é um dos melhores filmes do Studio Ghibli.

10. Nausicaä do Vale do Vento (1984)

O filme traz um mundo em ruínas, com a humanidade sofrendo para sobreviver em meio a ruínas, a sociedade dividida em impérios e pequenos povos, tudo causado pelos “7 Dias de Fogo”, um acontecimento que ocorreu mil anos antes da história do filme, destruindo a maior parte da humanidade e ecossistema da terra. A princesa Nausicaa do Vale do Vento procura proteger seu povo das ações agressivas dos reinos vizinhos, ao mesmo tempo que busca entender as florestas venenosas que existem no “Mar da Corrupção”

E aí, o que você achou da nossa lista? Quais filmes do Studio Ghibli você incluiria? Vamos conversar nos comentários!

• • •

18 anos, cabeça nas nuvens e viciada em marca-páginas,
Prazer.

Top