Matérias Especiais

Saiba Tudo o que Aconteceu no Topia Connect! – 29/04

Finalmente está no ar o Topia Connect! O evento está acontecendo online, conforme as recomendações da Organização Mundial da Saúde e Ministério da Saúde, mas mesmo assim está reunindo centenas de artistas, cada um no conforto da sua própria casa!

Aqui no site vocês ficam sabendo um pouco de cada uma das palestras que rolaram hoje (29) e que ainda vão acontecer nos próximos dias!

Quer ter um gostinho do que está acontecendo? Confira aqui!

CONSTRUINDO MINHA FILOSOFIA SOBRE BELEZA – Rafa Souza e Gustavo Ribeiro

Se você participou do Topia 2019 ou assistiu à palestra História da Arte para Artistas, no nosso canal do Youtube, você já pode imaginar o que o nosso querido Rafa Souza preparou para a palestra de abertura do Topia Connect! Sua palestra “Construindo minha filosofia sobre beleza”, Rafa vai nos guiar a uma reflexão para aqueles artistas que já aprenderam as técnicas estéticas básicas e, depois, caíram em questionamentos mais complexos e abstratos sobre a estética e a beleza dos trabalhos de arte, como ele descreve “aquele ‘algo’ que falta na nossa arte”.

Rafa usa principalmente de figuras humanas nas pinturas, desenhos e esculturas clássicos para demonstrar algumas maneiras que, na opinião dele, são bons caminhos para quem busca sair do óbvio no seu trabalho. Para ele, um aspecto muito importante é que que nós nor frcemos a sair das formas e dos movimentos que são mais automáticos, apenas algumas pequenas mudanças podem fazer uma grande diferença no seu resultado final, como ele mesmo disse “o repertório acaba com a monotonia”. Ele também destaca que os conceitos mais primitivos da arte são essenciais, mas o que enriquece, desenvolve e destaca um trabalho são os detalhes escolhidos pelo artista para reforçar suas intenções.

“Se a minha arte esta rasa, é porque eu sou raso como ser humano. Tento mergulhar, me aprofundar mais. Usar mais minha intuição, mergulhar nas profundezas do meu eu. É difícil explicar porque as palavras não alcançam e a luz não mais toca.”

0787_07

Tudo isso e os outros pontos que ele coloca durante a palestra são extremamente abrangentes, e podem ser aplicados dos trabalhos em cartoon, até os modelos 3D mais naturalistas! Por isso, apesar só passamos por apenas um dia de evento, mas ouso dizer que essa é uma das palestras mais icônicas que vamos ter!

SESSÃO DE DEMONSTRAÇÃO – Even Amundsen, Mike Azevedo e Guilherme Freitas

Um encontro de lendas da pintura digital, é assim que podemos chamar essa primeira demonstração! Com o nosso host, Guilherme Freitas, Even Amundsen conversa com Mike Azevedo enquanto mostra um pouco do seu processo artístico, como ele começa a criar suas incríveis personagens, desde os elementos que pensa antes mesmo de começar a dar uma aparência às personagens, dos conceitos gerais até os detalhes mais específicos.

Ele enfatiza que seu processo começa bem antes de começar a desenhar, e a importância de ter um conceito bem definido antes disso, assim sua cabeça não se perde em centenas de ideias que podem surgir no meio do caminho. O segredo dos seus estudos está em “studies, references and internalization” – estudo, referência e internalização – e nas perguntas que ele se faz para chegar onde quer.

Mas, com certeza, o melhor momento da demonstração é Even criando uma personagem baseada em 5 palavras aleatórias que nosso host pegou no nosso grupo do Topia no Discord! Enquanto foi saindo, Even também respondeu algumas perguntas do público com tanto bom humor, que ficamos todos ainda mais apaixonados por ele e seus trabalhos!

DÁ PRA MANTER A SAÚDE MENTAL NO APOCALIPSE? – Bianca Nazari, Hiro Kawahara e Ursula Dorada

Por mais que não seja o objetivo principal do evento, a pandemia de coronavírus que estamos enfrentando está sendo um assunto inevitável. Por isso, esse é o assunto da conversa entre nossa host Bianca Nazari, Hiro Kawahara e Ursula Dorada, como manter nossa saúde mental no meio desse apocalipse!?

Sula e Hiro são dois artistas que já falam um pouco sobre saúde mental dentro da nossa profissão e a realidade que nós, artistas, estamos pode ajudar um pouco, já que muitos já trabalham de casa normalmente. Mas isso não quer dizer que vamos sair imunes dessa situação, não dá para fingir que está tudo bem e nada está acontecendo lá fora. Como Hiro coloca “todo mundo vai cair uma hora, mas o problema não é cair, é não conseguir levantar”, por isso não podemos focar tanto nossa atenção às consequências ruins deste momento, mas também temos que achar um equilíbrio e não esquecer delas, para continuarmos nos protegendo.

Eles todos colocam a calma como a chave para viver esse momento, já que não temos controle das coisas, também não nos cobrarmos em produzir e criar mais do que o normal, já que estamos mais tempo no “local de trabalho”, já que isso pode gerar uma frustração muito grande. Mas, acima de tudo, entender que não estamos passando por isso sozinhos, então vamos conversar sobre como estamos nos sentindo!

Por fim, vamos terminar com uma mensagem da Sula para todos, seja você artista ou qualquer outra coisa: “O dia que tiver ruim: tá tudo bem, você tentou! Guarda o desenho ruim e amanhã você tenta de novo. Se ta rendendo, tá um dia bom: ótimo! Curta e se divirta, aproveita! O que tem me ajudado é nunca me deixar paralisar, se eu só conseguir 20 minutos desenhando cubo, eu desenhei no dia e é isso que importa.”

CONTANDO HISTÓRIAS COM APENAS TRÊS INGREDIENTES – Doug Lira, Raoni Marqs e Rayner Alencar

O que é uma história? Do que ela é feita? É para isso que trouxemos Raoni Marqs aqui! Ele é o autor de um livro referência quando falamos de contar histórias, “Como Contar Histórias”, e em seus nove capítulos que desenvolvem alguns dos conceitos mais básicos para isso, mas que podem não ser tão básicos se vermos o potencial de cada um desses temas que podemos desenvolver.

Nessa palestra, Raoni reuniu as três coisas mais importantes para se contar absolutamente qualquer tipo de história, para qualquer finalidade que você conseguir imaginar! Ele também usa o modelo de análise de narrativas proposto por Blake Snyder e para explicar um pouco da sua teoria, ele exemplifica com uma tira do quadrinista Paulo Moreira.

Como ele mesmo disse “nem todo mundo vai escrever uma história, mas quase todo mundo vai criar uma”, independente do trabalho que você está fazendo, uma história escrita, uma ilustração para um jogo, um modelo 3D, ou qualquer outra coisa, você vai ter que contar uma história, mesmo que visualmente, e fazer isso da melhor forma possível para atingir seus objetivos.

O Topia Connect é organizado pela equipe da Escola Revolution e acontece entre os dias 29/04 e 03/05.

Top