Dicas de Estudo

O que é Speed Paint?

Speed ​​Painting é um termo em inglês para designar uma técnica artística onde o artista determina um tempo limitado para terminar uma pintura. O tempo pode variar, de alguns minutos a algumas horas. Ao contrário dos esboços, as speed paintis podem ser consideradas concluídas após o tempo determinado pelo artista.

O processo de speed painting é particularmente comum entre os artistas digitais, porque os meios de pintura digital, ao contrário da pintura tradicional com tinta, não necessita de tempo de secagem. Artistas digitais usam principalmente speed painting para praticar de forma rápida e eficiente. Técnicas de pintura rápida também são frequentemente usadas na concept art, particularmente nos estágios iniciais de uma produção, quando o polimento de uma imagem é menos importante do que uma clara apresentação básica de muitos conceitos candidatos para consideração.

Os artistas de mídia tradicional também podem usar essas técnicas para desafiar suas habilidades e como um exercício de desapego e síntese. Peças pintadas de forma veloz, tanto digitais quanto tradicionais, são consideradas pelos artistas como uma excelente exibição da habilidade subjetiva de um pintor, pois a restrição de tempo exige uma apresentação eficiente de forma e detalhe e uma compreensão profunda do meio escolhido para capturar uma imagem completa e deixa pouco tempo para perceber e corrigir erros.

Denny Dent é reconhecido por muitos como o pioneiro da speed paint nos Estados Unidos, introduzindo suas pinturas velozes em performances ao vivo em 1981.

O YouTube é um site que reúne a maioria desses vídeos e pode-se encontrar essa técnica sendo utilizada em diversas pinturas digitais e tradicionais, como no exemplo abaixo:

O Software mais conhecido para gravar um Speed Painting é o OBS ( Open Broadcast Software) por ser um software de edição e gravação gratuito, mas existem outros softwares que são usados para este mesmo fim, como: Snagit, Camstudio, Livestream Procaster, Camstasia, Speedy Painter, etc.

A popularidade das speed paints fez com que vários artistas se tornassem streamers mostrando o seu processo de criação, recebendo opiniões de milhares de pessoas no exato momento que eles tem uma ideia nova. Hoje em dia, as pessoas que assistem a esses streamers, apreciam o processo de criação e a interatividade com o criador, tanto quanto o produto final.

Depois de um tempo esses criadores de conteúdo artístico perceberam que poderiam conseguir dinheiro além do que eles ganhavam pelo YouTube. Com isso os vídeos de speed painting viraram demonstrações para vídeos completos que eram vendidos de forma exclusiva através dos sites Gumroad e Partreon. Estes vídeos se popularizaram bastante entre as pessoas que queriam aprender a técnica daquele artista ou saber mais sobre  os conceitos fundamentais da pintura. Um artista que faz isso através dessas duas redes sociais é Ross Tran.

Mas esse tipo de conteúdo não é somente para aspirantes a artistas. Alguns fãs acabam pagando para adquirir versões exclusivas de uma determinada peça que não foi ou não pôde ser publicada nas redes sociais. Como por exemplo, a artista canadense Sakimichan que além de seus processos completos e passo-a-passo, também vende versões de suas speed paints com suas personagens sem roupa.

No YouTube essa artista posta só algumas Speed Paints desse tipo de trabalho NSFW (Not Safe For Work) para divulgar e gerar interesse no seu público e consequentemente alavancar suas vendas no Patreon, que incluem também os arquivos PSD e JPG e vídeos sobre o processo de pintura.

Então o que leva as pessoas a consumirem/comprarem este tipo de conteúdo é o fato de apreciarem o trabalho e habilidade do artista, quererem aprender o processo ou ainda matarem a curiosidade (cof! cof!)

Isso permite que artistas ganhem dinheiro a partir das coisas que eles gostam de produzir ou que os fãs pedem para ser produzido, trazendo o trabalho dessa área de freelancer a outro nível de mercado, com materiais mais autorais.

Mas é claro que esta vida lucrativa permitida pelo Patreon e outros sites não é para qualquer artista, é necessário que este tenha pelo menos alguns fãs dispostos a pagar por suas pinturas. E antes de você começar a achar que esta vida não é para você porque digamos que você não tenha toda a habilidade que você acha que deveria ter, veja o exemplo da Loish van Baarle, que manteve seus desenhos antigos em seu DeviantArt a pedidos de seu fandom. Abaixo está um Antes e Depois de um dos seus desenhos:

Alguns artistas presentes no Patreon, falam sobre seu desenvolvimento artístico e de como independentemente de se você se considera bom ou não, é possível chegar a um nível artístico incrível.

Mas como nem tudo são rosas, alguns consumidores desses vídeos demos acabam interpretando de forma errada todo o processo, passando a acreditar que precisam produzir peças de forma rápida em pouco tempo, talvez pela falta de diferenciação do Full Process e do Speed Painting. Causando um nível de ansiedade nos artistas que consomem esse conteúdo, fazendo eles acreditarem que não são bons ou rápidos o suficiente, sendo que na verdade a jornada é bem mais longa que um processo de 10 minutos.

Se o caso acima descreve você, pare, respire fundo e pare de se comparar com os outros. Continue estudando, praticando e acima de tudo, tente perceber a evolução através do seu próprio trabalho, assim você vai começar a perceber em quais aspectos está evoluindo, diminuindo a ansiedade por tentar imitar outros artistas.

18 anos, cabeça nas nuvens e viciada em marca-páginas,
Prazer.

Top