Modo noturno:

Vênus de Milo recebe próteses impressas em 3D em campanha de saúde

7 de março de 2018

Como parde de uma campanha realizada pela Handicap International, no dia 6 de março, uma réplica da obra Vênus de Milo, recebeu próteses feitas com impressoras 3d. A campanha aconteceu na estação de metrô do Museu do Louvre, onde se encontra a escultura original, e teve como objetivo gerar o alerta sobre a necessidade de cerca de 100 milhões de pessoas no mundo, de aparelhos ortopédicos e próteses.

A campanha recebe o nome de #bodycantwait (o corpo não pode esperar), e foi lançada em 2015. Ao longo da campanha, 19 pessoas receberam próteses impressas em 3D na Síria, no Togo, e em Madagascar. Um dos objetivos da campanha atualmente é conseguir enviar próteses para 100 pessoas na índia.

O uso das próteses em 3D mesmo elas sendo mais caras, é justificado pelo diretor da Handicap International,  Xavier du Crest.

“Antes da impressão em 3D, você tinha que fazer um molde em gesso, ajustar quatro, ou cinco vezes, colocar uma resina, o que exigia profissionais e uma equipe considerável. Agora, um pequeno scanner (do tamanho de um telefone) pode tirar as medidas, que depois são enviadas para um software de modelagem e para a impressora 3D. Poupa tempo e é mais eficaz, especialmente, quando estamos em uma zona de conflito como na Síria”

 

 

Top